segunda-feira, 24 de outubro de 2016

De cobrança a consideração





Não é cobrança, é consideração...

No dia em que você sumiu das mensagens às 5 da tarde, e só voltou às 11h da manhã do dia seguinte, não te perguntei o motivo mesmo me magoando, mas era consideração sua se me contasse...,

No final de semana em que você simplesmente desapareceu mesmo depois de marcarmos de nos ver, enquanto passei à noite em casa me preocupando se estava tudo bem... você poderia ter ao menos considerado me avisar...

As vezes em que tentei te convidar à sair e você não me respondeu, poderia ao menos ter considerado dizer um não.

Afinal quem pediu para sair pela primeira vez foi você, quem me aproximou da sua vida foi você, quem me trouxe amigos na vida foi você, quem decidiu cozinhar jantares juntos foi somente você...

Quem ficou bravo porque eu não ligava mais pós baladas (mesmo sem atender as ligações) era você, quem começou com mensagens de bom dia foi você, quem decidiu dar uma chance a nós foi somente você...

E eu, bem, eu simplesmente fui me adequando à sua realidade...

Me acostumei a não te incomodar às terças, dia em que tem os programas que mais gosta na tv.

Entendi que às segundas é seu dia de limpar a casa...

E que a cada 15 dias devo evitar te mandar mensagens ou te ligar bêbada, pois é seu final de semana como pai...

Mas nada disso é suficiente... já dizia o velho ditado, quem quer arrumar um jeito, quem não quer, bem... quem não quer está sempre trabalhando demais...

E por isso a conta do Netflix é só minha novamente, agora vou as baladas e bagunço o quanto quiser, sem me prender... De agora em diante posso ir ao shopping e olhar nas lojas de utensilios e comprar as coisas que eu gosto, e não as que ficariam bonitas com seus pratos...

Agora posso ser individualista o suficiente a ponto de não querer tirar o pé de casa e não esperar nada de ninguém além de mim mesma...

Por um momento achei que você seria alguém para dividir o sorvete, mas ufaa... tem coisas que só nos fazem enxergar que não se passava de alguém para se esbarrar em um restaurante chique....





Nenhum comentário: